Mohammad Ashan, um comandante talibã, suspeito de liderar dois ataques terroristas no Afeganistão, teve sua foto divulgada por toda a cidade de Sar Howza, em cartazes com o valor da captura estipulado em US$ 100, oferecido àquele que o entregasse.
Mas, para surpresa da polícia, o próprio Ashan acabou vendo um desses pôsteres com sua foto e, inacreditavelmente, dirigiu-se até a embaixada americana. Para quê? Resposta: pedir os 100 dólares de recompensa!
Analfabeto ´de pai e mãe´, Ashan simplesmente pensou que estavam procurando-o para lhe dar um prêmio. Acabou preso. Lógico!
As informações são do site The Huffington Post.

print
Comentários