Em sua primeira lista de convocados após a Copa do Mundo da Rússia, onde o Brasil foi eliminado nas quartas de final pela Bélgica, o técnico Tite chamou, nesta sexta-feira (17), 24 jogadores para os amistosos de setembro contra os Estados Unidos e El Salvador, ambos em solo norte-americano.

O treinador convocou 13 jogadores que disputaram o Mundial e trouxe como principais novidades o zagueiro Dedé, do Cruzeiro, além do atacante Pedro, do Fluminense, do meia Lucas Paquetá, do Flamengo, e do volante Arthur, do Barcelona.

O zagueiro cruzeirense Dedé foi bastante elogiado pelo treinador da Seleção Brasileira. Tite frisou que assistiu aos jogos do Cruzeiro no estádio e gostou bastante do que viu. “O Dedé arrebentou nos dois jogos que nós acompanhamos e foi convocado”, disse.

A Seleção Brasileira enfrentará, em 7 de setembro, uma sexta-feira, a equipe dos Estados Unidos, às 21h05 (de Brasília), em New Jersey. Quatro dias depois, no dia 11, uma terça, os adversários do time nacional serão os salvadorenhos, às 21h30 (também no horário de Brasília), em Washington.

Tite incluiu nesta sua convocação os seguintes 13 nomes que disputaram o último Mundial: o goleiro Alisson, do Liverpool; os laterais Fagner (Corinthians) e Filipe Luis (Atlético de Madrid); os zagueiros Thiago Silva e Marquinhos (ambos do Paris Saint-Germain); os meio-campistas Casemiro (Real Madrid), Fred (Manchester United), Renato Augusto (Beijing Guoan) e Philippe Coutinho (Barcelona); e os atacantes Roberto Firmino (Liverpool), Douglas Costa (Juventus), Neymar (Paris Saint-Germain) e Willian (Chelsea).

Já entre as novidades, além de Dedé, Pedro, Paquetá e Arthur, figuram o zagueiro Felipe, do Porto e ex-Corinthians, o meia Andreas Pereira, do Manchester United, e o atacante Everton, do Grêmio. Além disso, o goleiro Hugo, do time sub-20 do Flamengo, foi chamado como um 24º nome para ganhar experiência neste início de ciclo da seleção.

Antes da convocação de Tite, o coordenador de seleções da CBF, Edu Gaspar, informou que o goleiro Ederson, do Manchester City, seria convocado, mas alegou problemas pessoais para ficar fora desta lista. O dirigente também revelou que as duas próximas convocações do time nacional serão nos dias 21 de setembro e 16 de outubro, assim como que o chefe de delegação brasileira nestes amistosos nos Estados Unidos será Evandro Carvalho, presidente da Federação Pernambucana de Futebol.

(Foto: Gladyston Rodrigues)

 

 

 

Fonte: Super Esportes||

print

Comentários