A polícia procura por dois torcedores do Cruzeiro que invadiram a casa de um atleticano na noite desta segunda-feira (27) e tentaram matar o torcedor e toda a família dele que estavam na casa, no bairro Betânia, região Oeste de Belo Horizonte.
Segundo informações do 5º Batalhão da Polícia Militar, os torcedores, que são integrantes da torcida organizada Máfia Azul, tocaram a campainha da casa do torcedor do atlético, que é integrante da torcida organizada Galoucura, falando que eram amigos da vítima.
O portão foi aberto para eles. Quando entraram na casa, os suspeitos disparam vários tiros no torcedor do Atlético, de 20 anos, na esposa dele, de 16 anos, em uma mulher e em um bebê, que são a mãe e o filho do torcedor.
Todos se esconderam embaixo da cama, o que acabou evitando que eles ficassem feridos.
Ainda de acordo com a PM, o motivo da tentativa de homicídio foi uma briga que aconteceu neste domingo no bairro Nova Suiça. Torcedores do Cruzeiro teriam atirado uma pedra no ônibus da Galoucura que ia para o Mineirão. Os torcedores atleticanos desceram do ônibus e começaram a agredir os torcedores do Cruzeiro.

print
Comentários