O trânsito na MG-050 em Divinópolis será modificado a partir desta sexta-feira (3), para que sejam realizadas obras de manutenção na ponte sob o Rio Itapecerica.

De acordo com a AB Nascentes das Gerais, concessionária que administra a rodovia, o tráfego será direcionado a apenas uma pista, no sentindo leste do Km 122, para a implantação de sinalização.

Ainda conforme a Nascentes, essa sinalização visa alertar os condutores sobre a interdição total da via, no sentindo oeste da rodovia, prevista para a próxima segunda-feira (6). Serão feitas obras de implantação de barreiras de concreto e reforço estrutural da ponte sobre o Rio Itapecerica.

Os trabalhos devem durar 90 dias.

Desvio

Durante o bloqueio da pista oeste, o tráfego será desviado para o sentido contrário, que passa a operar em mão dupla, por cerca de 400 metros. Para reforçar a segurança viária no trecho, dispositivos de sinalização noturnos serão colocados para alertar os motoristas.

A concessionária orienta que os motoristas reduzam a velocidade ao passar pelo trecho em obras e que respeitem a sinalização.

Outras obras na rodovia

No dia 24 de julho, a Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Divinópolis (Acid), divulgou que a Superintendência do Patrimônio da União (SUP) em Minas Gerais autorizou a realização das obras de contenção de encosta e continuidade nas obras de construção da cabeceira de uma ponte sob o Rio Pará, na MG-050, em Divinópolis.

Na ocasião, a Concessionaria confirmou ao portal G1 que recebeu a autorização para sequência das obras, paralisadas desde maio deste ano. A Nascentes disse ainda que a previsão é que estes trabalhos fossem concluídos em dezembro deste ano.

Conforme o documento de autorização de obra da SUP, a decisão em autorizar a construção da ponte foi baseada na comprovação do interesse público com relação à obra e ao fato de existirem riscos de danos ao patrimônio ambiental no local, caso a interrupção se mantivesse.

Em abril deste ano o presidente da Acid, Leonardo Gabriel, afirmou que a concessionária começou a cobrar o pedágio na rodovia há 11 anos com um valor considerado baixo, mas que neste tempo a concessionária teve meios para arrecadar recursos para as obras.

Em julho de 2017, moradores chegaram a organizar uma manifestação às margens da rodovia para cobrar a obra de uma trincheira que seria construída no Bairro Icaraí, em Divinópolis. Na ocasião, os manifestantes cantaram parabéns para o contrato de concessão assinado entre governo e concessionária da Parceria Pública Privada (PPP), que havia completado 10 anos.

 

 

Fonte: G1 ||

Imprimir

Comentários