Por Lorene Pedrosa

Após encararem trajetos superiores a 10 km, por cerca de uma semana, para irem e voltarem da escola, alunos da rede pública estadual e municipal de ensino de Formiga já estão com acesso liberado nos ônibus de transporte público da cidade.

Os estudantes, com idade entre 10 e 14 anos, e que moram nos bairros Cidade Nova, Tino Pereira e adjacências, estavam saindo de casa antes das 6h e encarando trechos perigosos para chegarem às instituições de ensino.

Os cartões já foram recarregados com os passes que são pagos pela administração municipal à empresa de transporte público, o que possibilitou, já na sexta-feira passada (15), que os alunos pudessem fazer uso do transporte público da cidade.

A suspensão do serviço foi tema de matéria do Últimas Notícias na semana passada. Na ocasião, o chefe de Gabinete, Alex Arouca, informou que pendências na realização do processo licitatório que definirá a empresa que explorará o serviço de transporte público em Formiga pelos próximos 15 anos, teria impedido a recarga dos cartões dos alunos.

Porém, segundo informações apuradas pelo UN, não apareceram interessados na licitação realizada na quinta-feira passada (14), e já na sexta-feira foi realizado um novo contrato com a Viação Formiga para a prestação do serviço de transporte escolar pelos próximos três meses.

O contrato é no valor de R$1,55 por passe, totalizando R$76.725. Segundo consta da publicação da licitação, que foi publicada nesta terça-feira (19), no Diário Oficial dos Municípios Mineiros, a vigência do contrato é até o dia 12 de junho “ou até a conclusão do procedimento licitatório em curso”.

Segundo informações da administração municipal, “como o processo licitatório da concessão do transporte público do município não foi concluído, por apresentação de recursos de uma das partes, a Administração Municipal abriu uma licitação para a compra dos passes diários (passaginhas). Sendo o mesmo considerado deserto (não houve licitantes participantes), a lei assegura dispensa de licitação para atender ao interesse público. Amparada legalmente, a Administração Municipal, através da Diretoria de Compras firmou contrato com a empresa que atualmente atua no transporte público no município. O mesmo possui vigência de até 90 dias.  Após a finalização do processo para concessão do transporte público, a Administração Municipal irá abrir um processo de inexibilidade, passando as passaginhas para a empresa vencedora do processo de concessão do transporte público, cancelando o contrato firmado por dispensa de licitação”.

IMPRIMIR