Três crianças morreram em um incêndio dentro de uma casa na manhã desta sexta-feira (24) em Paraty, na Costa Verde do Rio de Janeiro. As vítimas são duas meninas, de quatro e sete anos, e um menino, de cinco anos. O imóvel fica na Rua Primeiro de Maio, no bairro Ilha das Cobras. As informações são do Corpo de Bombeiros.

Até a última atualização desta reportagem, não havia informação sobre o que teria causado o incêndio.

Quatro pessoas estavam na residência quando o fogo começou. A única sobrevivente é mãe das crianças, identificada como Dara de Almeida Santos de Souza, de 23 anos. Ela foi socorrida e levada para o Hospital Municipal Hugo Miranda, em Paraty. Segundo a unidade médica, Dara inalou muita fumaça e está entubada, respirando com ajuda de aparelhos. O estado de saúde dela é grave.

O companheiro de Dara, padrasto das crianças, não estava em casa porque tinha saído para trabalhar.

Quando as chamas começaram, os vizinhos chegaram a colocar uma escada na lateral da residência para tentar ajudar as vítimas enquanto os bombeiros não chegavam.

Os vizinhos disseram que o incêndio começou por volta das 6h30. Os bombeiros foram chamados às 7h11. As chamas foram totalmente apagadas às 8h30.

Uma equipe da Polícia Civil foi ao local para fazer uma perícia no imóvel.

Os corpos das crianças serão levados para o Instituto Médico Legal de Angra dos Reis durante a tarde.

Seis mortes em incêndios domésticos na região desde dezembro

No dia 4 de dezembro de 2019, duas crianças, de quatro e cinco anos, morreram em um incêndio na Rua Aristides Lopes de Souza, no bairro Enseada, em Angra dos Reis. Segundo a Polícia Civil, o pai das crianças estava trabalhando quando o imóvel pegou fogo. A mãe também não estava em casa.

Dois dias depois, um incêndio em uma casa no bairro Vicentina, em Resende, deixou quatro pessoas feridas: um homem, uma mulher e dois filhos do casal. O homem, identificado como Hélio Marcos Maia, chegou a ser levado para o hospital, mas morreu no mesmo dia. Já a esposa, Nathiele da Silva, foi transferida para o Hospital Estadual Vereador Melchiades Calazans, em Nilópolis, na baixada Fluminense, onde ficou internada por mês, mas não resistiu e também morreu. As crianças sobreviveram e hoje vivem com parentes.

No fim do mês de dezembro, um incêndio dentro de casa matou um casou no bairro Santa Terezinha, em Três Rios. Nataliane Fraga, de 21 anos, morreu na hora. O companheiro dela, Marcos Vinicius Azevedo da Silva, teve 80% do corpo queimados, foi levado para o hospital, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos.

print
Comentários