O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deve declarar emergência nacional para financiar o muro na fronteira com o México. A informação foi divulgada pela Casa Branca nessa quinta-feira (14) nas redes sociais, alegando que a medida é necessária para “garantir” a segurança nacional e o fim da crise humanitária na região.

A construção do muro na área fronteiriça causou um impasse nos Estados Unidos. Republicanos e democratas divergem sobre a alternativa apresentada por Trump.

No mês passado cerca de 800 mil servidores federais nos Estados Unidos foram dispensados ​​das atividades ou trabalham sem receber os salários, impactos da paralisia provocada pelo impasse entre o governo republicano e os democratas.

O debate está atrelado à votação do orçamento em votação no Congresso, que foi aprovada na Câmara, e falta o Senado.

 A Casa Branca via Twitter defendeu a construção do muro. “[Para] assegurar o fim da crise humanitária e de segurança nacional na fronteira”, informou. “O presidente está mais uma vez cumprindo sua promessa de construir o muro, proteger a fronteira e dar segurança ao nosso grande país.”

Histórico

A fronteira do México com os Estados Unidos tem sido palco de uma série de incidentes, inclusive com agentes públicos norte-americanos disparando gás lacrimogêneo contra uma multidão de imigrantes no lado mexicano. Duas crianças também morreram na custódia da patrulha de fronteira.

As travessias ilegais caíram para menos de 400 mil no ano passado. Em 2000, o número era de 1,6 milhão. Há atrasos nos processos de asilo e imigração na fronteira. Os críticos afirmam que muitos dos que estão no país ilegalmente sofrem com as dificuldades para legalização.

Imprimir

Fonte:

Agência Brasil