O técnico Mano Menezes convocou ontem os jogadores que defenderão a Seleção Brasileira nos amistosos contra Argentina, Costa Rica e México, nas próximas semanas. O primeiro confronto será na próxima quarta-feira (28), contra a Argentina, em Belém. Nos dias 7 e 11 de outubro, os adversários serão Costa Rica e México, respectivamente. Do futebol mineiro, Mano convocou apenas o zagueiro Réver, do Atlético. Ele desfalcará o Galo em duas rodadas.
Queda no ranking
Na semana passada, a Fifa anunciou seu ranking atualizado. O Brasil, acostumado com a liderança, amarga uma de suas piores colocações nos últimos 20 anos: 7º lugar.
Parâmetro
?Vejo quatro equipes que estão à nossa frente: Holanda, Espanha, Uruguai e Alemanha. As outras duas, Portugal e Itália, estão no mesmo nível de desenvolvimento que nós, aquém das outras. Por isso, temos que ter as maiores seleções como parâmetro. Precisamos seguir para superá-las?, declarou o treinador Mano Menezes.
Ofensivo
O treinador optou por um time mais ofensivo e promoveu algumas mudanças em relação ao primeiro confronto entre Brasil e Argentina, incluindo o meia Diego Souza, do Vasco, e o atacante Borges, do Santos. ?Entre Brasil e Argentina, o mais importante é ganhar. Assim que construímos essa rivalidade. Mas nunca devemos abrir mão de jogar bem, de melhorar?, disse.
Ausências
As principais ausências na relação dos 22 jogadores são os atacantes Leandro Damião, do Internacional, e Alexandre Pato, do Milan, que sofreram lesões musculares nesta quarta-feira. Pato ficará parado por um mês. Damião entre duas e três semanas.
Surpresas
Para as partidas contra Costa Rica e México, foram convocados Kléber, ex-Atlético/MG e atual companheiro de ataque de Hulk no Porto, e o meia Hernanes, da Lazio. Revelado pelas categorias de base do Galo, Kléber atua no futebol português desde 2009, quando se transferiu para o Marítimo. O atleta tem 21 anos, e disputará uma vaga no grupo que vai representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Londres.

print
Comentários