A passagem do tufão Mitag, que provocou fortes ventos e chuvas, deixou nove mortos na Coreia do Sul nas últimas horas, anunciaram as autoridades locais.

O balanço de vítimas pode aumentar porque muitas pessoas são consideradas desaparecidas.

Na região sul do país foram registradas inundações e deslizamentos de terra durante a noite.

A cidade portuária de Busan foi uma das mais afetadas: mais de mil casas foram destruídas ou muito danificadas e 1.500 pessoas foram obrigadas a abandonar suas casas.

Quase 600 funcionários das equipes de emergência procuravam desaparecidos nos escombros de uma casa e de um restaurante.

O Mitag é o sétimo tufão a atingir a península coreana em 2019.

Imprimir

Fonte:

G1