O município de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, confirmou a primeira morte em decorrência do novo coronavírus no Estado. Conforme informações do jornal O Tempo, a cidade possui outros cinco casos confirmados de Covid-19 e 161 em investigação, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES).
A informação do óbito foi confirmada pelo secretário municipal de Saúde, Gladstone Rodrigues da Cunha Filho, em entrevista exclusiva ao programa Alerta Super, da rádio Super Notícia 91,7 FM.
“O óbito a pouco era suspeito, porque nós não tínhamos resultado oficial, mas agora o resultado laboratorial confirmou”, disse.

Segundo Gladstone, a vítima, um idoso de 81 anos, contraiu o Covid-19 através de uma transmissão importada, ou seja, ele foi ao exterior ou teve contato direto com pessoas que viajaram e trouxeram a doença.

“Eu não posso avançar muitos detalhes por uma questão ética e por respeito ao paciente e à sua família”, concluiu o secretário.

Outras suspeitas

Além do óbito confirmado, outras três cidades investigam mortes por suspeita de coronavírus em Minas. Embora não constem oficialmente no balanço da SES, os óbitos são investigados pelas secretarias de Saúde de Mirabela, no Norte de Minas Gerais; Sete Lagoas, na região Central e Capelinha, no Vale do Jequitinhonha.

Mirabela registrou, nesse domingo (22), uma morte por suspeita de coronavírus. De acordo com uma nota publicada nas redes sociais da prefeitura, o óbito aconteceu no Hospital Municipal São Sebastião, e o homem, de 36 anos, morreu por síndrome respiratória aguda grave.

“Conforme protocolo do Ministério da Saúde, foi coletado material para análise referente ao novo coronavírus. Este é o primeiro caso suspeito na cidade. Comunica ainda que o referido paciente não se enquadrava nos critérios epidemiológicos. Entretanto, por precaução, o caso é investigado”, informou a prefeitura.

Em Sete Lagoas, também nesse domingo, foi registrada a morte de uma paciente que será investigada se foi causada pelo coronavírus. De acordo com nota publicada pela prefeitura da cidade, a paciente era de Santana de Pirapama e foi atendida na UPA Doutor Juvenal Paiva.

“A paciente apresentava quadro de insuficiência respiratória, foi coletado material para realização de exame que possa confirmar uma possível contaminação. No entanto, até o momento, não há dados suficientes que possam comprovar que se trata de um óbito causado por Covid-19. Tão logo o resultado seja disponibilizado às autoridades do município, a informação será confirmada à população”, disse a prefeitura no texto.

No sábado (21) a prefeitura de Capelinha registrou uma morte suspeita. A vítima, um homem de 49 anos, foi atendida no Hospital São Vicente de Paulo e faleceu por volta das 15h.

O paciente, um açougueiro, deu entrada no pronto-socorro da unidade de saúde com problemas respiratórios graves e febre, sintomas semelhantes aos provocados pela Covid-19, causada pelo coronavírus. Ele não viajou para o exterior, não teve contato com nenhum paciente infectado pela doença nem tinha histórico de problemas respiratórios.

Fonte: O Tempo

print
Comentários