O orçamento previsto para manutenção e desenvolvimento das atividades na Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) para 2020 é de R$ 63,4 milhões para as 20 unidades no estado, incluindo Divinópolis, Abaeté e Cláudio. O dado foi repassado ao G1 pela assessoria da Universidade nesta quarta-feira (5) e constam no Diário Oficial de Minas Gerais. Os valores específicos para as unidades da região não foram informados.

De acordo com informações da assessoria de comunicação, o Governo de Minas elaborou a previsão orçamentária no ano passado, considerando algumas demandas apresentada pela Uemg. A aprovação por parte da Assembleia Legislativa ocorreu no dia 18 de dezembro e após ser sancionado, o projeto orçamentário para 2020 foi publicado no dia 16 de janeiro no Diário Oficial.

De acordo com o pró-reitor de Planejamento, Gestão e Finanças da Uemg, Fernando Sette Júnior, o novo orçamento inclui investimentos em ações estratégicas para manutenção da instituição no valor de R$ 63,4 milhões. No ano anterior, o orçamento foi de R$ 49 milhões. O aumento para 2020 representa quase R$ 15 milhões a mais.

Evolução da previsão orçamentária da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) — Foto: Uemg/Divulgação


Segundo a assessoria de comunicação da universidade, a gestão superior da reitoria da Uemg tem articulado junto a representantes da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), para demonstrar a deficiência do orçamento da instituição e da necessidade de mais investimentos na educação superior pública de Minas Gerais.

Para o demonstrativo e articulações políticas, a reitoria da universidade realizou um compilado de dados que mostram o crescimento do orçamento da Uemg entre os anos de 2013 e 2019. A amostragem destaca que o número de alunos aumentou em mais de quatro vezes dentro de seis anos, passando de 5.200 para 22 mil alunos, enquanto que o orçamento não acompanhou a evolução e se manteve estagnado.

“Acreditamos que esse orçamento elaborado pelo governo e aprovado pela Assembleia nos amplia a possibilidade de trabalhar para melhorar as condições de infraestrutura das unidades da Universidade, com a contratação de projetos de reforma, principalmente os de acessibilidade, bem como aquisição de mobiliários e equipamentos para as atividades de ensino, pesquisa e extensão”, destacou o pró-reitor de Planejamento, Gestão e Finanças.

Investimento anual por aluno

Segundo a Uemg, o úmero de investimento enquanto a universidade tinha 5.200 alunos era de R$31 mil por aluno anualmente. Quando o número de alunos saltou para 21.644 em 2019, o valor subiu para R$ 8.500 por aluno anualmente.

O salto significativo na quantidade de estudantes se deve, prioritariamente, às estadualizações das unidades localizadas em Divinópolis, Ituiutaba, Cláudio, Abaeté, Campanha, Carangola e Diamantina, estadualizadas nos anos de 2013 e 2014.

 

Fonte: G1 ||
Imprimir
Comentários