Assinado nesta quinta-feira (28) pelo Papa Bento XVI o documento que reconhece o Milagre de Nhá Chica. O último passo antes da beatificação foi anunciado pelo Paolo Vilota, postulador da causa no Vaticano.
Nhá Chica curou supostamente professora aposentada Ana Lúcia Meirelles em 1995. A educadora tinha um problema no coração e no dia 14 de outubro de 2011, uma comissão de médicos do Vaticano estudou e aprovou o milagre.
A Venerável viveu na cidade de Maependi, sul de Minas Gerais, onde os fiés rezam três dias de missas e novenas no santuário onde se localiza seus restos mortais.
Com o decreto, a religiosa será beatificada. A data e local ainda serão divulgados pelo Vaticano.

print
Comentários