Por Paulo Coelho

Transporte urbano:

A Prefeitura anunciou que em breve realizará licitação para a escolha de empresa que pretenda explorar o nicho do transporte coletivo pelos próximos 15 anos. Comparando as tarifas e os trajetos locais com os praticados em cidade como Divinópolis e Belo Horizonte, por exemplo – tudo indica que poderemos ter um número razoável de interessados.

Mudança de rumos:

A fala do diretor do Saae, Flávio Passos, afirmando aos participantes da reunião realizada nessa semana com os produtores rurais do município que a nova ordem é “administrar e dialogar com a comunidade” é indício forte de que a administração de Eugênio Vilela finalmente entendeu que esta é única forma de atrair os melhores parceiros em busca de soluções para os graves problemas enfrentados pela cidade. Só mesmo o povão é capaz de combater o tal “fogo amigo”, com mais eficiência!

O dia “D”?

Em relação à mobilização dos prefeitos mineiros que será promovida pela Associação Mineira de Municípios (AMM) no dia 21 deste mês, Eugênio resumiu o que poderá ocorrer no encontro: “No dia 21 deste mês, participarei de outra mobilização promovida pela AMM em Belo Horizonte, na qual os prefeitos mineiros marcarão presença para pressionar o Governo de Minas. Atualmente, a dívida do Estado com Formiga está na casa dos R$15 milhões”.

O “vai e vem” da política e dos políticos

Formiga tem dois candidatos a deputado estadual e um a federal. A campanha do “vote em gente da casa”, também não contará desta vez com o apoio total da Casa Rosada. Para estadual tudo bem, vão apoiar um candidato formiguense, mas, para federal podem facilmente se enquadrar na classificação de “paraquedista” ou de “estranho no ninho”.

TAC entre Santa Casa e microrregião

Na reunião de quarta-feira (8), representantes de alguns municípios pertencentes à microrregião pretenderam não mais participar do TAC em vigor e que destina R$1 por habitante para auxiliar no custeio da Santa Casa de Caridade de Formiga. Depois de muito “blá-blá-blá”, os participantes concordaram em manter por mais algum tempo a vigência do acordado anteriormente. Menos mal!

Prato do Dia

O prefeito Eugênio Vilela não tem medido esforços para participar das entrevistas propostas pelas emissoras de rádio e TV da cidade e região.  Nessa quinta-feira (9), na Rádio Cor, o cardápio foi mais uma vez repetido: dívida do Estado, medidas visando a regularidade no abastecimento de água e a reinauguração da “Praia Popular”.

Imprimir
Comentários