Uma conjunção rara entre Vênus e Júpiter poderá ser observada a olho nu neste sábado (27). O fenômeno astronômico, que começou no dia 24 de agosto, atingirá seu ápice entre às 18h10 e às 19h15, quando os planetas vão quase “se beijar” no céu, de acordo com o especialista Nelson Travnik.

A próxima “união” entre Vênus e Júpiter se repetirá daqui a 40 anos,  em 12 de fevereiro de 2056, segundo o astrônomo Travnik. O fenômeno poderá ser visto a olho nu, mas, quem preferir uma visão privilegiada, poderá ir até um observatório astronômico.

O planeta Vênus será visto ao telescópio com 92% do seu disco iluminado e Júpiter com 100%. Em Júpiter poderão ser vistos os quatro principais satélites.

Na noite deste sábado (27), outros planetas estarão em evidência, como Marte, Saturno e a estrela gigante Antares, da constelação do Escorpião, segundo Travnik.

 

Fonte: G1||http://g1.globo.com/sp/piracicaba-regiao/noticia/2016/08/uniao-rara-entre-venus-e-jupiter-podera-ser-observado-neste-sabado.html

Imprimir

Comentários