Final de ano, época de viajar, reencontrar a família, levar presentes. Mas desde as mudanças nas regras de bagagens nos voos domésticos, os passageiros passaram a ter uma preocupação: levar menos coisas para economizar.

No Aeroporto Internacional de Brasília, os viajantes afirmam que mudaram seus hábitos para evitar transtornos.

Fernanda Barros, especialista em regulação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), explica que os passageiros tem que ficar atentos as regras das empresas aéreas.


É importante lembrar que o passageiro tem que ficar de olho na lista de itens proibidos para a bagagem de mão. Nos voos internacionais, as regras podem mudar de acordo com o país de destino.

Os passageiros devem prestar atenção nas regras dos voos, disponibilizadas pelas empresas áreas no momento da compra das passagens.  A Anac orienta que em caso de dúvida, o viajante deve ligar para as empresas e se informar sobre normas específicas.

O advogado do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), Igor Marchetti explica o que os passageiros podem fazer em caso de danos ou extravio de bagagens.

Lembrando que os passageiros também têm direito a reembolso caso haja perda, extravio ou quebra da bagagem. As pessoas também podem fazer uma declaração de valor para garantir o reembolso maior em caso de extravios ou perda da bagagem pelas companhias aéreas.

Então, na hora de seu voo, chegue com antecedência, fique atento as informações das empresas aéreas, e se tiver qualquer problema, busque seus direitos e bom voo.

 

Fonte: Matéria da Rádio Nacional||http://radioagencianacional.ebc.com.br/geral/audio/2019-12/bagagem-em-voos-fique-atento-nesta-epoca-de-viagens-regras-de-cobranca-de-taxas
print
Comentários