O “game” Pokémon Go, lançado no dia 03.08.2016 no Brasil, é um fenômeno e virou mania. Já foram efetuadas milhões de baixas do aplicativo e provoca mudanças dos hábitos dos adeptos de games.

A empresa desenvolvedora do game informou ser um dos objetivos do jogo tirar as pessoas da frente do computador e levá-las para a rua. Este objetivo está sendo alcançado, principalmente entre os jovens, que estão saindo para encontrar e capturar as criaturas, chamadas Pokémon.

No Brasil, o fenômeno já gerou lançamento de serviços para caça a Pokémons, as praças estão cheias de jovens portando celulares à procura dos Pokémons, por todas ruas movimentadas é possível ver jovens com smartphones e os pontos turísticos tiveram aumento do número de visitantes.

Então, a atual geração, nascida já vendo e utilizando computadores, celulares smartphones, Playstation, Xbox, etc, e por isto acostumada a ficar em casa para curtir todas as facilidades disponibilizadas pela internet, agora estão indo para as ruas curtir este novo game.

Ao mesmo tempo, as cidades já estavam adaptadas com um número pequeno de pessoas nas ruas e nas praças, são surpreendidas com milhares de pessoas fora de suas casas e terão que adotar medidas urgentes. Em primeiro lugar, esta mudança de hábito gera oportunidades de negócios, por exemplo, foi detectado um aumento no consumo de alimentos e bebidas. Em segundo lugar, as cidades devem ficar atentas para a necessidade de adoção de maiores medidas de segurança nos espaços públicos.

No dia dos pais, dia 14.08.2016, muitos pais foram surpreendidos com o pedido dos filhos para saírem de casa e andarem pela cidade à procura dos Pokémons. Assim, um domingo comemorativo do dia dos pais, terminou com os pais passeando com os filhos na missão de capturar Pokémons. Só assim, mesmo para muitos jovens saírem de casa em um final de semana.

print

Comentários