A plataforma de relacionamento profissional LinkedIn divulgou nesta quarta-feira (3) seu quarto ranking anual das empresas mais desejadas, aquelas em que os brasileiros mais sonham em trabalhar. A menina dos olhos do brasileiro é o Itaú Unibanco. As áreas com mais contratações pelo banco no último ano foram vendas, finanças e operações. Uma curiosidade: em 2018, a empresa implementou a campanha “Vou como Sou”, que flexibilizou o código de vestimenta dos funcionários.

O segundo empregador mais desejado no Brasil é o Santander. Por lá, as competências em alta são em tecnologia, como AutoCAD e JavaScript. Em terceiro lugar nos sonhos dos brasileiros está a Movile, “mãe” de iFood, Sympla e PlayKids. O grupo tem mais de dez empresas, e os funcionários são incentivados a trocar experiências com pessoas de outras marcas. Bem menor que os bancos, a empresa tem cerca de 2.000 colaboradores no Brasil, com atuação, principalmente, em São Paulo, Campinas (SP) e Poços de Caldas, no Sul de Minas.

Metodologia

Editores e cientistas de dados da rede analisam, de forma anônima, as ações dos usuários brasileiros do serviço, levando em conta: interesse na empresa, interação com os funcionários da empresa, demanda por vaga e retenção de funcionários. O próprio LinkedIn e a Microsoft, sua controladora, ficam fora da lista.

Abaixo, você vê a lista completa das 25 empresas, de acordo com os brasileiros cadastrados no LinkedIn.

TOP 10

1 – Itaú Unibanco
88 mil funcionários no Brasil
Curiosidade: Em 2018, flexibilizou o código de vestimenta no trabalho.

2 – Banco Santander
47.130 funcionários no Brasil
Acaba de lançar sua própria plataforma digital de investimentos, a Pi. As comissões normalmente pagas a agentes autônomos serão revertidas em pontos para os investidores.

3 – Movile
2 mil funcionários
Os funcionários são incentivados a trocar experiências com pessoas de outras empresas do mesmo grupo.

4 – Grupo XP
1.760 colaboradores
É a empresa-mãe de XP Investimentos, Infomoney e Rico. A companhia gosta de dizer que todos lá têm voto igual nas decisões, do estagiário ao CEO.

5 – Banco Safra
8.070 funcionários
Promove, anualmente, o “Dia de visitar o trabalho dos meus pais”.

6 – Bayer
110.840 funcionários no mundo
A empresa do ramo farmacêutico tem home office, jornadas flexíveis, e oferece aos colaboradores feira livre, bicicletas compartilhadas e salão de cabelereiro.

7 – Raízen
29.510 funcionários no Brasil
No ano passado, a empresa do ramo de petróleo e energia promoveu sua primeira Semana de Desenvolvimento, voltada para a capacitação dos empregados.

8 – IBM
380 mil funcionários no mundo
A empresa de tecnologia promove o chamado “Strategy Days”, evento com dois dias de duração dedicado a educar funcionários sobre os negócios da companhia.

9 – Oracle
137 mil funcionários no mundo
Cinco funcionários (nenhum do RH) idealizaram um programa de estágio em que idade, habilidades técnicas e fluência em idiomas não são mais decisivos; o foco é no potencial.

10 – BTG Pactual
1.690 funcionários
A empresa de serviços financeiros promove a “Política de Portas Abertas”, que dá a cada funcionário, de qualquer cargo ou nível, acesso à liderança da firma.

Veja quais são as empresas que completam o ranking de 25 posições elaborado pelo LinkedIn

11 – Resultados Digitais (software)
12 – Bradesco (banco)
13 – Vivo (telecomunicações)
14 – Grupo Pão de Açúcar (varejo)
15 – Suzano (papel e produtos florestais)
16 – Totvs (software)
17 – Johnson & Johnson (atendimento médico e hospitalar)
18 – GrupoHeineken (alimentos e bebidas)
19 – Stone Pagamentos (tecnologia da informação e serviços)
20 – Gol (aviação)
21 – brMalls (varejo)
22 – Syngenta (agricultura)
23 – Nestlé (alimentos e bebidas)
24 – Nubank (serviços financeiros)
25 – Cervejaria AmBev (alimentos e bebidas)

Imprimir

Fonte:

O Tempo