A sala do Comando de Operações atualizou os números de atingidos pelo rompimento da barragem I da mina do Córrego do Feijão. Até o momento, 361 pessoas entre funcionários da Vale e moradores das áreas atingidas pela tragédia foram localizadas, outras 287 pessoas estão desaparecidas, 192 pessoas foram resgatadas pelo Corpo de Bombeiros e 37 óbitos foram contabilizados.

As informações foram repassadas pelo Tenente Coronel da Defesa Civil de Minas Gerais, Flávio Godinho, durante coletiva de imprensa na Faculdade Asa, em Brumadinho.

Segundo ele, até a tarde deste domingo (27), vai se ter uma unificação da lista para que não se tenha divergência de números e dadas. Antes, listas separadas da Vale e desse Comando de Operações estavam circulando.

A Vale divulgou na tarde deste domingo a lista atualizada com o número de pessoas envolvidas na tragédia do rompimento da barragem I da Mina do Córrego de Feijão em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a empresa, são 648 pessoas entre funcionários próprios, terceirizados e da comunidade local, sendo 287 desaparecidos (clique aqui para acessar a lista).

Das pessoas que ainda não foram localizadas, 131 são funcionários da Vale e os outros 156 são terceirizados ou moradores da região.

Imprimir

Comentários