O vereador e vice-presidente da Câmara, José Geraldo da Cunha (Cabo Cunha/PMN) apresentou na manhã de ontem (22) um projeto ao secretário de Educação, Geraldo Reginaldo, para o funcionamente das creches durante as férias de janeiro e julho. Trata-se do projeto ?Mães Crecheras?, que foi implantado na cidade de Corumbá/MS. O secretário se mostrou interessado em implantar o projeto em Formiga.
Além de atender as mães trabalhadoras, o projeto contempla também pessoas desempregadas, uma vez que elas seriam contratadas temporariamente para cuidarem das crianças nas férias. Segundo o vereador Cabo Cunha é uma oportunidade para as mães que estão fora do mercado de trabalho e até mesmo para professores que não estejam contratados.
O objetivo é oferecer às crianças um local seguro, agradável e rico em estímulos e, ao mesmo tempo, proporcionar às mães que estão trabalhando mais tranqüilidade e oportunidade de renda àquelas que estão desempregadas.
Para isso, seria feito um cadastro prévio na Secretaria de Educação e as pessoas selecionadas passariam por um treinamento para atuarem nas creches nas férias de janeiro e julho.
O vereador Cabo Cunha propõe também que o horário de funcionamento das creches seja alterado, estendendo-se das 17h para as 18h.
Se essa ideia for acatada, o prefeito Aluísio Veloso/PT deverá encaminhar um projeto de Lei à Câmara Municipal para a aprovação dos vereadores.
As mães formiguenses já dão sinais positivos a esta iniciativa e esperam que o projeto seja colocado em prática. As costureiras Zilda Cristina Silva e Deisielle Márcia Silva estão esperançosas, pois ambas têm crianças de 3 anos de idade e dependem da creche para trabalharem. Para elas, o período de férias é um problema, pois sabem das dificuldades para se encontrar uma pessoa de confiança para cuidar dos filhos, além de ser uma despesa a mais quando têm que pagar uma babá. Algumas mães dependem de familiares nesta época para ficarem com as crianças.

Imprimir
Comentários