Pela primeira vez, os vereadores em Formiga puderam propor emendas ao Projeto de Lei do Orçamento Anual. As propostas fazem parte do orçamento impositivo que obriga o gestor público a executar a despesa que lhe foi confiada pelo Legislativo.

O limite das propostas é de até 1,2% da receita líquida corrente sendo que, a metade deste percentual será destinada a ações e serviços públicos de saúde.

O vereador Sidney Ferreira destinou a emenda dele, no valor de R$152 mil para implantação de um posto do Hemominas em Formiga. “Assim como no ano passado, quando não era obrigatório o cumprimento das emendas, este ano vou direcionar todo o recurso para a causa Hemominas em Formiga. Desta forma consigo beneficiar toda comunidade”, disse o vereador que foi o signatário do Projeto de Emenda à Lei Orgânica, o qual originou a Lei.

Sidney Ferreira reafirmou que o Orçamento Impositivo é uma grande ferramenta de atuação legislativa em prol da população, uma vez que as emendas propostas pelos edis terão a obrigatoriedade de serem executadas, tendo em vista as reais necessidades de atendimento ao município. “Esta é uma vitória do povo formiguense”, finaliza.

As doações de sangues provindas de Formiga caíram muito nos últimos anos na unidade do Hemominas em Divinópolis, devido a constantes problemas com o transporte, fornecido pela Prefeitura. O transporte dos voluntários foi suspenso por diversas vezes na gestão passada, por falta de veículo adequado.

Em março do ano passado, representantes do Hemominas se reuniram com o prefeito Eugênio Vilela para discutir sobre a possiblidade da criação de um Posto Avançado de Coleta Externa (Pace) em Formiga, o que não ocorreu.

Em 2014, os então vereadores Pastor Manoel e Luciano do Trailer cogitaram a possibilidade de implantar em Formiga um centro de coleta. Na época, os edis chegaram a visitar o Posto Avançado de Coleta de Sangue do Hemominas em Lavras e em Divinópolis para conhecerem a estrutura organizacional e esclareceram dúvidas a respeito de todo funcionamento, processo de instalação do posto na cidade e campanhas educativas para captar doadores, mas em Formiga, o projeto não chegou a sair do papel.

Imprimir

Comentários