Está presa na cadeia pública de Aimorés, na Região do Rio Doce, desde  segunda-feira passada (4) a vereadora Sandra Lúcia Costa (PTB), secretária da Câmara Municipal da cidade. A prisão preventiva da parlamentar foi determinada pela Justiça após denúncia anônima ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) de fraude em pagamentos de diárias aos vereadores do município. Segundo informou a assessoria de imprensa da Polícia Civil, Sandra está  presa à disposição da Justiça.

 

A vereadora Sandra Lúcia Costa está presa na cadeia pública de Aimorés (foto: Reprodução/ site Câmara de Aimorés)

Também foi informado que o valor da fraude está sendo investigado pela Polícia Civil. As investigações começaram em junho do ano passado após denúncia anônima informando que os 11 vereadores da Câmara de Aimorés estariam fraudando notas fiscais para pagamentos de diárias.

De acordo com a Polícia Civil, na quinta-feira passada (31), durante diligência de policiais na sede da Câmara, a assessora de Sandra, Cláudia Verônica Carvalho Bragio, foi flagrada pelos policiais fazendo uma planilha de diárias em um computador mediante “várias notas fiscais em branco”. Ela também está presa na cadeia pública de Aimorés à disposição da Justiça.

Conforme a Polícia Civil, Cláudia Bragio disse que estaria fazendo a planilha a pedido da vereadora, e que teria recebido R$ 300 para realizar a tarefa.

Denúncia

O Ministério Público informou que as investigações foram solicitadas após um cidadão fazer denúncia ao órgão de que, na falta de documentos para serem apresentados, alguns funcionários e vereadores estariam preenchendo documentos em branco, a fim de prestar conta de viagens realizadas em 2015.

 

Fonte: Estado de Minas ||http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2016/04/06/interna_politica,750628/vereadora-em-minas-esta-presa-por-fraudar-pagamento-de-diarias.shtml

print

Comentários