Um dia após os vereadores de Itapecerica terem votado, durante reunião ordinária, projetos de lei que reajustariam em 7,38% os salários dos vereadores, do prefeito, do vice-prefeito e dos secretários para o próximo mandato, eles desistiram e voltaram atrás. O presidente da Câmara, Omar Macota, disse que os vereadores acharam prudente ouvir o apelo da população.

A Prefeitura informou que recebeu os projetos de lei sobre os reajustes na terça-feira (13) e que agora, diante da decisão dos vereadores, providenciará a devolução assim que receber o ofício pedindo o projeto de volta.

O presidente da Câmara informou ainda que a decisão foi tomada após uma reunião entre os parlamentares na quarta-feira (14). Os projetos já estavam na Prefeitura e seriam apreciados pelo prefeito dentro de 15 dias.

“Achamos prudente ouvir o clamor da população e não promover o reajuste, já que o cenário econômico não é favorável. A decisão em cancelar os projetos foi unânime”, explicou Omar.

Reajustes
Na manhã de quarta-feira (14), o presidente da Câmara explicou que, se fosse aprovado o reajuste, os salários dos vereadores passariam de R$ 4.946,15 para R$ 5.311,17; o vencimento do prefeito, que anteriormente era de R$ 13.915,95 seria de R$ 14.942,94; e do vice-prefeito que antes era de R$ 7.421,37 para R$ 7.969,06. Já os salários dos secretários passariam de R$ 4,365,79 para R$ 4.687,98.

No plenário, dos oito vereadores com possibilidade de voto, sete votaram pela aprovação e um votou contra. Dois vereadores não participaram da reunião.

 

IMPRIMIR

Fonte:

G1