A cada nova reunião da Câmara Municipal, os vereadores insistem em fazer ferrenhas críticas à atual administração e, neste ano eleitoral, o alvo maior tem sido o prefeito Aluísio Veloso/PT. Na reunião de segunda-feira (9) não foi diferente, mesmo faltando oito meses para o fim do mandato, os vereadores pediram que o chefe do Executivo renunciasse ao cargo.
Em março do ano passado, o vereador Eugênio Vilela/PV solicitou à assessoria jurídica do Legislativo que montasse um processo de perda de mandato do prefeito por ineficiência. Alguns vereadores aprovaram a atitude do colega. Dentre os vários problemas apresentados pelos edis, o mais comentado foi a situação das ruas da cidade, como buracos e várias vias sem calçar.
Nesta semana, José Gilmar Furtado (Mazinho/DEM), e os peemedebistas Moacir Ribeiro e Mauro César solicitaram que Aluísio Veloso ?jogasse a toalha?. Os três edis ressaltaram que a população não aguenta mais tanto descaso por parte do Executivo.
Mazinho fez uso da ?Tribuna do Povo? e disse acreditar que a população de Formiga está desacreditada com a política. O vereador falou sobre o movimento de iniciativa popular ?Formiga é Dez?, em relação a manter dez vereadores na Câmara Municipal, na próxima legislatura.
Mazinho fez um trocadinho e deu exemplos de que realmente Formiga é Dez: destruída, desorganizada, desconfortável, desumana, desrespeitada, desvalorizada, desonesta, desmazelada, desmotivada e descompromissada. ?Será que não tem um projeto de iniciativa popular para pedir o afastamento desta administração, desse prefeito. Eu gostaria de dar um conselho para o Aluísio Veloso, porque ele não se afasta e deixa alguém que tem caráter e personalidade para tomar conta dessa cidade que está toda destruída. O povo de Formiga está cansado de ser pisoteado?, ressaltou.
O edil elencou ainda vários problemas que estão ocorrendo no município, como a falta de água, buracos em ruas, alagamentos em residências durante o período chuvoso, atendimento na saúde, falta de medicamentos.
Moacir Ribeiro que antes era situação e defendia os trabalhos da atual administração também vem fazendo duras críticas a Aluísio Veloso, principalmente em relação a calçamento de ruas e a saúde no município. ?Vereador que criticar é impedido de ser atendido na Prefeitura. Não precisa me atender, porque eu peço é para o povo e não para mim. Ao invés de ficarmos aqui nesta Casa criticando, deveríamos é tomar atitude de homens públicos, eleitos pelo povo e ?suspender? o prefeito por 90 dias. Que dia fizemos isso? Acho que passou da hora de tomar essa atitude. E não adianta falar que o prefeito é bonzinho e que o secretariado que é ruim. Isso é mentira, os secretários são pessoas boas, se não estão exercendo os seus cargos como deveria ser, é porque o prefeito fica igual um coelhinho por trás, mas é um leão, um cascavel. Ele passa uma imagem de carismático, mas carismático que nada. Estamos vendo a situação em que se encontra a Prefeitura. Vamos tomar uma atitude, reunir os dez vereadores e afastar o prefeito ou pedir encarecidamente que ele afaste nesses seis meses e deixe o Antônio Metralha assumir, para que ele faça uma administração melhor, para que ele tampe os buracos dessas ruas. Não tem jeito de defender o prefeito e essa administração? disse.
Mais buracos e quadra em Cunhas
O vereador Mauro César/PMDB também fez críticas à atual administração. Ele relatou sobre os buracos em várias ruas das cidades e que realmente está insustentável andar pela cidade. ?Tenho que concordar que o prefeito não está fazendo jus ao que se comprometeu que era governar e administrar essa cidade. Eu também chego a essa conclusão do afastamento dele, poupando-nos de sua desagradável administração, que seria a solução para Formiga. Falta ainda oito meses, mas eu acredito que o Metralha teria mais ânimo, mais disposição para administrar nossa cidade, pois parece que o senhor já jogou a toalha, e não se sente mais animado e nós não somos obrigados a conviver com o seu desânimo, com a sua inércia. As pessoas têm andado nos municípios vizinhos, elogiado as administrações e tido decepções com a nossa administração. Essa Câmara recebe toda hora e todos os dias reclamações sobre os buracos nas ruas, sobre a saúde. Não há mais condições, realmente, o secretariado é bem intencionado, é o senhor que impede que o secretariado trabalha da forma que deveria. Então nos faça esse favor de realmente pedir essa licença ou renunciar o seu mandato?.
Mauro César falou mais uma vez sobre a construção de uma quadra na comunidade rural de Cunhas e que ainda não foi realizada. De acordo com o vereador, o prefeito se comprometeu com a comunidade, por escrito, em maio do ano passado para que a obra fosse feita no local. ?O senhor não aceita que alguém brilhe mais que o senhor, que ninguém inaugure nada e está fazendo questão de perder todos os recursos conseguidos com deputados. O prefeito disse que a Prefeitura ia construir esta quadra até o dia 30 março de 2012, já estamos em abril e até agora nada. O senhor fez de bobo e usou esse recurso para construir uma quadra no bairro Ércio Rocha. Esse é o mesmo compromisso do senhor com a cidade, o senhor não valoriza, não respeita e rasgou o seu mandato. Por essa desagradável administração renuncie em favor da comunidade de Formiga. Falta pulso para governar a nossa cidade. Perdemos mata-burros, o senhor tem perdido tudo, agora o que nós queremos de vez é perder o senhor de vez da administração dessa cidade?, concluiu.
O prefeito
Em contato com a redação do jornal, o prefeito Aluísio Veloso disse que tem muito respeito pelos vereadores. ?Eu ainda estou em meu mandato, isso não dá o direito deles falarem isso de mim, mas como eles têm imunidade… É só isso que eu tenho a dizer?, ressaltou.

print
Comentários