Vanderlei Cassiano de Resende (Avante), que era vice-prefeito na chapa de Ronaldo Cardoso (DEM), que morreu em acidente na noite de quinta-feira (17), tomará posse como chefe do Executivo no dia 1º de janeiro sem nenhum processo adicional, segundo a Justiça Eleitoral.

Ronaldo morreu um dia após ser diplomado em cerimônia realizada na quarta-feira (16). Ele foi vítima de um acidente na BR-262. O corpo foi velado e sepultado e Tapiraí nesta sexta-feira (18).

Segundo o promotor eleitoral Marco Antônio, diante do ocorrido, quem assume no dia 1º de janeiro é o vice. “Nenhum ato adicional é necessário, ele toma posse normalmente”, destacou.

Ainda segundo a Justiça Eleitoral, Vanderlei Cassiano seguirá o mandato sem um vice e em caso de necessidade, quem assume o posto é o presidente da Câmara.

Sepultamento

O corpo de Ronaldo Pereira Cardoso foi enterrado às 16h desta sexta-feira (18) após o acidente na BR-262, em Moema. Ele foi eleito com 995 votos, 59,47% do total e faleceu um dia depois de ser diplomado.

Ronaldo foi velado das 12h às 16h na quadra de esportes no Centro da cidade. Cerca de 500 pessoas acompanharam a cerimônia de despedida, segundo a Polícia Militar (PM). O corpo do prefeito foi enterrado no Cemitério Municipal, também localizado na região Central, após um cortejo que contou com cerca de 300 veículos.

Fonte: G1

Imprimir
Comentários