O vereador Vinícius Jair Machado (PSB) tomou posse na Câmara de Arcos na noite de segunda-feira (1º). Ele é suplente do vereador Geraldo Claúdio Rodrigues (PSB), afastado do cargo por uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG), após confirmação de denúncias de compra de votos.

G1 conversou por telefone nesta terça-feira (2), com o presidente da Câmara Luiz Henrique Sabino Messias (PSB). Ele confirmou que durante a abertura da reunião ordinária dessa segunda-feira, ele foi convidado para prestar o compromisso de posse.

“O Vinicius está trabalhando com todos os seus direitos políticos garantidos. Na época da eleição ele havia sido diplomado, então era somente dar a posse e, assim, ele começar a participar das reuniões”, disse o presidente da Câmara.

Entenda o caso

O vereador Geraldo Cláudio Rodrigues (PSB) Foto: Câmara de Arcos/Divulgação

O mandato de Geraldo Rodrigues havia sido cassado em 2018, em primeira instância. O vereador recorreu e a decisão do recurso foi publicada no dia 26 de março deste ano. O G1 acessou a publicação, mas o documento não detalha como a compra de votos teria ocorrido.

A reportagem não conseguiu contato com o vereador ou com a defesa dele. Contudo, segundo o TRE, cabe recurso especial da decisão.

O vereador foi detido em 2016 após uma ação do MPMG de Arcos, realizada o apoio da Polícia Militar (PM) e da Polícia Civil, que cumpriu um mandado de prisão temporária contra o então suspeito. Ele foi solto após um habeas corpus expedido pelo TRE.

Na época, o MPMG destacou que a prisão precisou ser feita porque ele estaria atrapalhando as investigações sobre a possível compra de votos. O G1 também procurou o MPMG para falar sobre a condenação e as investigações, por telefone e por e-mail, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

 

Fonte: G1||https://g1.globo.com/mg/centro-oeste/noticia/2019/04/02/vinicius-machado-e-empossado-na-camara-apos-tre-cassar-mandato-de-vereador-em-arcos.ghtml

Imprimir

Comentários