O empresário formiguense Wilson Brandão de Castro, de 77 anos, foi morto a tiros, na noite deste sábado (26), em frente a uma sauna em Belo Horizonte.
Segundo a Polícia Militar, o crime ocorreu por volta das 22h, na rua Timbiras, no bairro Lourdes.
A vítima foi encontrada caída no chão com sete perfurações de balas no corpo: duas nas costas, uma na clavícula, uma no ombro esquerdo, uma na orelha, uma no antebraço e uma próxima ao nariz.
De acordo com a polícia, Wilson Brandão saiu do estabelecimento quando foi abordado por dois homens. Um deles estava com capacete em uma das mãos e uma arma de fogo na outra.
Os funcionários dissseram que os suspeitos queriam obrigar a vítima a voltar até o interior da sauna, mas Wilson Brandão passou mal e atravessou a rua quando foi atingido pelos tiros.
A vítima chegou a ser socorrida pelos funcionários do estabelecimento e levada ao Hospital João XXIII, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
No bolso de Wilson foram encontrados dois molhos de chaves e uma grande quantia em dinheiro.
O caso foi registrado na Delegacia de Plantão, no centro de Belo Horizonte, e será investigado.
Wilson também era advogado e proprietário dos hotéis Colonial Palace e São José em Formiga.

Imprimir
Comentários