O massacre em Las Vegas no dia 1º de outubro fez o YouTube tomar uma medida um tanto polêmica: o site de vídeos do Google está tirando do ar todo e qualquer vídeo que ensine como fazer para modificar uma arma de fogo.

Stephen Paddock, o atirador de Los Angeles, matou 58 pessoas e feriu mais de 500 usando  armas modificadas. Ele usou um modificador que transformou um rifle comum em um automático, aumentando a quantidade de disparos feitos em menos tempo.

Desde segunda-feira (9), o YouTube não aceita mais vídeos com tutoriais de como alterar armas de fogo, especialmente aqueles que ensinam a torná-las mais mortais.

O YouTube considera perigoso ou danoso qualquer vídeo que tenta vender ou promover armas de fogo, além de dispositivos de conversão que podem torná-las mais poderosas do que já são, como o modificador usado pelo atirador de Los Angeles.

Uma busca feita no serviço já não exibe vídeos com esse tipo de conteúdo – resta saber se o bloqueio vai permanecer em vigor ou se usuários vão achar um meio de continuar postando esses vídeos.

IMPRIMIR
Fonte:

Olhar Digital