Sem dar detalhes que justifiquem a mudança, a Prefeitura de Formiga informou na tarde dessa segunda-feira (15) que agendou uma nova data de reinauguração do Parque Municipal Dr. Leopoldo Corrêa (Praia Popular). O evento até então marcado para o próximo dia 3, está programado para o dia 24 de novembro.

A solenidade de reinauguração ocorrerá pela manhã, com o descerramento de placa e a presença do prefeito Eugênio Vilela, do vice-prefeito Cid Corrêa, representantes da sociedade civil e comunidade formiguense em geral. Logo após, haverá atividades recreativas e esportivas que estão sendo preparadas pelas secretarias municipais de Cultura e Educação e Esportes.

De acordo com a administração municipal, está aberto um novo processo licitatório para exploração de dois quiosques construídos no local. O certame ocorrerá no dia 29 deste mês, na Diretoria de Compras.

Até a data da reinauguração, serão instalados alambrados nas quadras e ainda haverá uma licitação para contratação de uma empresa de vigilância para o local. Além disso, a Prefeitura providenciou a análise da água da lagoa para saber se é apropriada para banho.

A secretária municipal de Gestão Ambiental, Giovana Borges, informou que uma amostra da água foi enviada para a Fundação Ezequiel Dias (Funed), que fará a avaliação e encaminhará o resultado até o final deste mês.

Nova estrutura

O parque foi todo reformulado e contará com quiosques, bares, posto policial, portaria, parquinho, banheiros, bebedouros, academia ao ar livre, calçadão para atividades físicas, quadras poliesportivas e de peteca e um campo society. Para a reinauguração, falta apenas a instalação do alambrado das quadras e do campo e o reforço no padrão de energia.

Segundo o secretário de Obras, José Ronaldo do Couto, apenas um vestiário, que não estava previsto no projeto inicial, deverá ser construído após a reinauguração do parque. Para arcar com os gastos da construção do vestiário, após o período eleitoral, a administração municipal buscará aprovar a liberação de recursos junto ao Estado, uma vez que há sobra de verba na planilha de custos aprovada.

A reforma conta com recursos de quatro frentes: Ministério do Turismo, Secretaria de Estado de Obras (Setop), Ministério dos Esportes e de contrapartida da Prefeitura. No total, são R$1.934.583,72.

 

Viabilização da obra

A administração municipal esclarece que, apesar de parte da verba para reforma ter sido conseguida na gestão anterior, o projeto da revitalização do parque estava retido no Ministério Público. No início de 2017, o prefeito Eugênio Vilela conseguiu a liberação do projeto, que caso não acontecesse o município perderia a verba. Eugênio também foi até Brasília, nos ministérios do Turismo e do Esporte, para buscar a liberação dos recursos que estavam faltando para a realização da obra.

IMPRIMIR