Dois homens de 41 e 38 anos morreram em uma explosão em dois galpões de uma fábrica de fogos de artifício, na manhã desta sexta-feira (7) em Santo Antônio do Monte.  Com isso, chega a 11 o número de mortos no município desde 2013.

As informações iniciais da Polícia Militar (PM) apontam que o acidente ocorreu por volta das 7h, tendo destruído dois barracões da fábrica de fogos Apolo, que fica na zona rural do município.

Cada um dos trabalhadores mortos estava em um galpão. Com o impacto, uma das vítimas foi lançada a mais de dez metros de onde estava. Outros funcionários que estavam na fábrica e se sentiram mal foram atendidos pelo Samu.

O fogo foi controlado pelos próprios funcionários da empresa e por policiais militares que chegaram ao local. Ainda não há informações sobre a situação legal da empresa onde aconteceu a explosão.

A cidade é polo mundial na fabricação de fogos de artifício e, consequentemente, também sempre é palco de tragédias envolvendo estas empresas, algumas delas clandestinas.

Em março de 2015 três pessoas morreram após uma explosão, causando grande comoção no município de pouco mais de 27 mil habitantes. Após fiscalizações, duas fábricas acabaram interditadas no local. Um ano depois, em março de 2016, um novo acidente matou um homem.

Já em 2014 foi registrada a pior tragédia envolvendo este tipo de fábrica, quando quatro pessoas morreram. Em 2013 outras duas pessoas morreram em outra explosão. 

 

 

Fonte: O Tempo e G1||

print

Comentários