Glaudson Rodrigues 

Giovana Borges (secretária de Gestão Ambiental), José Ronaldo do Couto (secretário de Obras) e Flávio Passos (diretor do Saae) em companhia de representantes da Polícia Ambiental, Corpo de Bombeiros e do vereador Flávio Martins/PSC, visitaram nessa segunda-feira (27), o lixão existente no prolongamento da rua Euclides da Cunha, no bairro Água Vermelha. A visita ocorreu com o intuito de encontrar uma solução para o problema que há tempos vem perturbando e colocando em risco a saúde da população do entorno.

Não faz muito tempo, o município executou algumas obras no local na tentativa de solucionar o vazamento de fumaça malcheirosa, resultante da combustão dos materiais descartados na área. Uma das ações realizadas pela Secretaria de Gestão Ambiental foi jogar terra com o intuito de aterrar o lixão.

Foto: Glaudson Rodrigues/Últimas Notícias

Se antes o problema era a queima do lixo, agora, após a intervenção da Secretaria, os moradores reclamam do mau cheiro que sai da área devido à decomposição do material aterrado.

A preocupação dos moradores é de que a decomposição do material orgânico possa estar gerando um bolsão de gás cujas consequências são imprevisíveis. Quem mora nas proximidades do local ainda relata o acometimento por problemas respiratórios, principalmente em crianças. Ainda segundo os moradores, o mau cheiro se assevera no final da tarde e à noite.

Concluída a visita, Giovana informou ao Últimas Notícias que solicitará um estudo técnico para descobrir a razão da fumaça no local. “Somente após este estudo é que providências definitivas serão tomadas e espero que o problema seja resolvido”, disse Giovana.

Nesta quarta-feira (29), o prefeito Eugênio Vilela e a secretária de Gestão Ambiental se reunirão com os moradores. O encontro ocorrerá após a diretoria das obras sociais do bairro Nossa Senhora Aparecida/Água Vermelha protocolar um ofício junto à Prefeitura. Por meio do documento, os moradores relatam a situação do lixão e exigem uma solução imediata para o problema.

O vereador Flávio Martins também esteve no local e fez um convite à população do bairro para participarem da reunião. “Somente com a presença de todos é que poderemos encontrar mais rapidamente uma solução definitiva para o problema, pois em determinadas situações, governo é igual a feijão, só funciona na pressão”.

A Polícia Ambiental que durante a visita vistoriou o local informou ao UN que fará um relatório e o encaminhará ao Ministério Público para que o órgão determine as providências que julgar pertinentes.

Lixão da Vila Padre Remaclo

Também na tarde dessa segunda-feira (27), a secretária de Gestão Ambiental visitou o lixão da Vila Padre Remaclo Fóxius onde a pasta iniciou os trabalhos de limpeza. A ação ocorreu após denúncia do Últimas Notícias.

Segundo a secretária, será feito um cercamento e afixadas placas informando a proibição do descarte de lixo na área de acesso ao local. Com isso, a Prefeitura espera que os moradores respeitem a área de preservação ambiental e não joguem mais lixo no local.

Fotos: Glaudson Rodrigues/Últimas Notícias

Animal solto no Rosário

Ao retornar da visita de inspeção no lixão da Vila Padre Remaclo,  a secretária Giovana Borges, flagrou um animal de grande porte que tranquilamente pastava os “matinhos existentes junto ao meio fio da rua Eugênio Antônio Vilela” no bairro Rosário.

Diante da situação e alertada pela reportagem, ela informou que faria imediatamente um contato com o responsável pelo recolhimento de animais.

Foto: Glaudson Rodrigues/Últimas Notícias

Imprimir

Comentários